Eco

O que procuro em ti, eco ou planície, que não me respondes? Porque devolves apenas a minha voz?

domingo, 14 de abril de 2013

Dia-a-dia #183


E a chuva parou, estamos em meados de Abril, mas não me cheira a cravos. Ainda te lembras como me conheceste? O que estava a fazer? Uma união internacional dos povos pobres seria possível, se os humanos não fossem uns bicharocos tão esquisitos. Vamos começar a revolução?


Sem comentários:

Enviar um comentário