Eco

O que procuro em ti, eco ou planície, que não me respondes? Porque devolves apenas a minha voz?

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

Dia-a-dia #247

Número de votantes nas presidenciais 2016: Lisboa 53.63%, Porto 53.53%, Braga 53.51%, Évora 51.09 %, Santarém 51.04%, Leiria 50.18%, Setúbal 50.17%, Castelo Branco 50.06%, Aveiro 49,88%, Portalegre 49.46%, Coimbra 49.21%, Beja 47.37%, Viseu 45.57%, Madeira 45.50%, Guarda 45.17%, Faro 44.35%, Vila Real 41.67%, Bragança 40.46% e Açores 30.92%.


Abstenção: Açores 69.08%, Bragança 59.54%, Vila Real 58.90%, Faro 55.65%, Guarda 54.83%, Madeira 54.50%, Viseu 54.43%, Beja 52.63%,  Coimbra 50.91%, Portalegre 50.54%, Aveiro 50.12%, Castelo Branco 49.94%, Setúbal 49.83%, Leiria 49.82% Santarém 48.96%, Évora 48.91%, Braga 46.47%, Porto 46.07% e  Lisboa 46.37%.

quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

Dia-a-dia #246

Noutro dia, a minha mãe dizia-me que o sentido de humor alentejano é pesado e por vezes, até parece má educação.

quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

Dia-a-dia #245


Na aula o professor pediu para desenharmos a nossa casa, depois uma casa em conjunto com o colega do lado e por fim, desenharmos a casa dos nossos sonhos. Representei de memória uma vista da minha sala com o chão em madeira, os frisos geométricos, e apontei o espaço dos móveis em blocos. Desenhar assim de memória na altura era mais fácil, a casa não tinha tanta tralha acumulada. Os desenhos da casa em parceria não foram nada de especial, lembro-me que não encaixavam. Também nunca mais vi esse colega. Quanto à casa dos meus sonhos, representei linearmente uma mala às bolinhas e duas boas máquinas fotográficas. O professor delineou uma grande elipse em torno do meu desenho acrescentando setas a perguntar direcções. É o que um professor deve fazer, mostrar caminhos e hipóteses várias. Mas aquele desenho representava apenas não ter casa em sonho.