Eco

O que procuro em ti, eco ou planície, que não me respondes? Porque devolves apenas a minha voz?

terça-feira, 6 de maio de 2014

Dia-a-dia #217

Love is the message: estava escrito nas costas da camisola da rapariga que agora trabalha no café. Sentei-me com o Nuno na esplanada como é habitual, antes de irmos para a biblioteca da Gulbenkian. Ela tratou-nos por meninos, que querida. Comentei que seria por sermos habitués, mas afinal, foi à mesa do lado e tratou toda a gente por "meninos". Lá dentro, quando estávamos a pagar, as moedas saltaram-lhe das mãos, pareciam ter vida. Disse-lhe logo que alguém lhe queria falar. Ela a sorrir respondeu: mais ainda do que falam aqui na esplanada a toda a hora? Disse-lhe que ia receber uma mensagem importante. Ela não estava convencida, achou que só se fosse de muito longe. Acho que hoje vai receber uma mensagem de amor.

Sem comentários:

Enviar um comentário