Eco

O que procuro em ti, eco ou planície, que não me respondes? Porque devolves apenas a minha voz?

quarta-feira, 13 de novembro de 2013

Dia-a-dia #195

A gata Lua corre de alegria pela casa quando um amigo que ela simpatiza me visita. E não tem de necessariamente ser à hora da caça, ou seja, ao fim da tarde. Quando lhe arranjo uma nova caixa de cartão e a deixo na sala, vai lá para dentro, arranha-a, fica lá enquadrada durante horas, sabe se lá porquê e quando sai, até desenha um arco de felicidade no ar. Também gosta de beber água do meu copo, quando me distraio dou com ela toda contente em cima da secretária a lamber-se. Observo-a e também me sinto bem, porque me mostra que se pode ser feliz com muito pouco.

Sem comentários:

Enviar um comentário