Eco

O que procuro em ti, eco ou planície, que não me respondes? Porque devolves apenas a minha voz?

quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Dia-a-dia #133

Mesmo há bocado vi uma boa natureza-morta social: um pombo a atacar um tabuleiro com restos de comida na esplanada da Gulbenkian, ao lado um papá com o filho ao colo, o bebé estava com um pijama branco com bolinhas coloridas. Que tonta, não tenho máquina fotográfica, dava uma boa pintura. Mas de facto, a realidade está sempre à frente da ficção.

Sem comentários:

Enviar um comentário