O que procuro em ti, eco ou planície, que não me respondes? Porque devolves apenas a minha voz?

domingo, 24 de julho de 2011

Poema #73

Sem comentários:

Enviar um comentário